• Facebook: ifscjaraguagw
  • Twitter: ifsc

guiaCursos

 agendaDirecao

 icone docentes horarios atividades

ouvidoria

Após três dias compartilhando conhecimento, Sepei 2018 agracia vencedores, presta homenagem e comemora 109 anos do IFSC PDF Imprimir E-mail
Ter, 25 de Setembro de 2018 09:13

Três dias. Mais de 1600 cidadãos envolvidos com o conhecimento. 408 experiências de ensino, pesquisa, extensão e inovação compartilhadas, através de apresentações orais ou pela modalidade pôster. Aliado a essa oportunidade, o montante de 65 atividades entre palestras, rodas de conversa, oficinas e workshops. Esses são alguns números da 7ª edição do Seminário de Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação (Sepei 2018), que encerrou nesta quinta-feira (20), no Câmpus Florianópolis-Continente.

 

O evento que iniciou terça-feira (18) tem o objetivo de divulgar os trabalhos desenvolvidos nos 22 câmpus do Instituto, além de oportunizar atualizações, discussões e debates sobre assuntos pertinentes à educação profissional e tecnológica.

 

O Sepei, segundo a reitora Maria Clara Kaschny Schneider, reflete o que é o IFSC pela sua magnitude. "Quero agradecer a todas as pessoas que estiveram aqui, que fizeram esse evento se tornar o que ele é hoje, tão importante para a Instituição e tão importante para os nossos alunos. E essa energia dos alunos é o que importa na nossa trajetória. A gente se abastece dessa energia, porque sabemos que a educação profissional transforma, como diz o tema desse 7º Sepei: 'ConsCiência: a escola que transforma'. Nós acreditamos nisso e queremos que cada vez mais essa força na nossa vida e no nosso país". Maria Clara destacou ainda o compromisso com uma sociedade múltipla, diversa, sem preconceitos.

 

O pró-reitor de Extensão e Relações Externas, André Dala Possa, ressaltou o engajamento dos servidores para a realização do evento, mas também dos alunos. "Somos por 6 anos consecutivos o melhor Instituto Federal do país, não somente por termos servidores dedicados que vestem a camisa, são sim os servidores que fazem a diferença. Mas o que nos coloca neste lugar são vocês, estudantes desta Instituição, que acreditam nas propostas e nas estratégias da política educacional brasileira. André agradeceu pela oportunidade de mostrar que é possível fazer um evento com alunos no protagonismo, citando todos envolvidos na organização e realização do Sepei. "Vocês me convencem que a Educação Profissional é o caminho certo para transformar nossa sociedade", destacou.

 

O diretor do Câmpus Florianópolis-Continente e anfitrião do Seminário, Caio Monti, agradeceu pelo brilho do evento aos estudantes e servidores. "Vocês fizeram a diferença".

 

A cerimônia de encerramento contou ainda com a homenagem a Heitor Gilberto Éckeli, professor do Câmpus Florianópolis, falecido no final de 2017. A Sala de Conselhos, localizada no prédio da Reitoria, recebe o nome do ex-servidor. Maria Clara destacou que "Heitor não será apenas lembrado como um colega de trabalho, mas como um amigo com sorriso largo e atencioso, um sorriso largo e um amigo de todos os momentos". "Estamos certos de nossa caminhada com Heitor. Breve sim, mas marcante. E faço uso de palavras de Leonardo da Vinci: 'para estar junto não preciso estar perto e sim do lado de dentro'", completou.

 

Premiações

 

A cerimônia de encerramento também guardou para os últimos momentos do evento a revelação do vencedor do 1º Torneio de Robótica Lego do IFSC: equipe Everlasting, do Câmpus Itajaí. As equipes Rau 5000, do Câmpus Jaraguá do Sul-Rau, e Delta de Dirac, também do Câmpus Itajaí, ficaram em 2º e 3º lugares, respectivamente.

 

As ações finalistas do Prêmio IFSC de Inovação também foram conhecidas na solenidade, nas categorias Sala de Aula e Gestão. Na primeira, estão classificadas a prática Empreender para crescer: uma vivência empreendedora, de autoria da servidora Andressa Belan e Pierry Teza, do Câmpus Tubarão; Metodologias ativas: Peer Instruction e Team Based Learning, de Greyson Rech e Lúcio Mendes; e O técnico em Edificações e a comunidade, de Etiane de Oliveira e Simone Souza. Na categoria Gestão, os trabalhos finalistas são: 1ª Gincana de Ingresso do IFSC São Miguel do Oeste, de autoria de Marlon de Amorim, Bibliomarketplace: um serviço de troca de conhecimentos entre os interagentes da biblioteca inspirado na economia compartilhada, do servidor Cristiano da Conceiçãor; e Busca ativa de trabalhadores para ofertas de Proeja e Certific: integração extensão e ensino, das servidoras Liziane Lessak e Claudia Hickenbick.

 

Outros vencedores foram conhecidos na noite desta quinta-feira (20). As 10 ideias inovadoras do Desafio IFSC. O primeiro lugar ficou com a equipe Mopi, do Câmpus Canoinhas, agraciado com um prêmio de R$ 15 mil para investir na iniciativa; seguida pela On Tech Engenharia, do Câmpus Florianópolis, que vai receber R$ 10 mil. Printing Life 3D, também do Câmpus Florianópolis, ficou com o 3º lugar; e a Tech Ninjas, do Câmpus Canoinhas, em 4º. A equipe IPB - IFSC Palhoça Bilíngue conquistou o 5º lugar; enquanto que a Mangalática, do Câmpus Jaraguá do Sul-Centro, a 6ª colocação. Essa foi seguida por outra equipe do Câmpus Florianópolis, Documenta Lab; enquanto que a Sharing Agricultural Services ficou em 8ª colocação. Os 9º e 10º lugares foram conquistados pelas equipes ThermoPet e Time Lóris, do Câmpus Florianópolis.

 

Quanto aos trabalhos apresentados no Sepei, os vencedores, na modalidade Pôster são:

 

Divisão Temática 1 (DT 1) – Formas de comunicar, discursos, movimentos culturais e mediação educacional

1º Registro de capelas de madeira do Oeste Catarinense, de Bernardo Ribeiro Bohm

1º Análise e uso de estruturas sintáticas como ferramenta de construção de ideias e empoderamento para haitianos no curso de Português e Cultura Brasileira, de Antônia Paiano do Nascimento

2º Ocupação cultural do Câmpus Florianópolis-Continente como agente de transformação e inclusão social, de Rosângela Libânia Araújo Abreu

 

Divisão Temática 2 (DT2) - Meio ambiente, tecnologias e os desafios à sustentabilidade no contemporâneo

1º Geração elétrica de módulo fotovoltáico instalado no IFSC/Câmpus Lages, de Rayon Alves dos Santos

1º Encapsulação do extrato de casca-de-anta (Drimys Brasiliensis Miers) e avaliação da atividade antioxidante, de Patrícia Carolina Beling

2º Recuperação de solos agrícolas degradados, de Sonia Aparecida Bassoli

2º Estudo de isolamento térmico para sistema de transferência de calor em máquina transformadora de descartáveis plásticos, de Diogo Gabriel Cavalheiro

 

Divisão Temática 3 (DT3) - Desafios educacionais no Brasil de hoje, inovação didática e fazer profissional inclusivo

1º Proposta de um protótipo de computação física para o ensino de programação, de David Leonardeli

1º Produção de vídeos didáticos, de Gabriel de Souza

1º Oficina "Você sabia? Mitos sobre Libras e surdez", de Michelle Luisa Teixeira

 

Divisão Temática 4 (DT4) - Processos produtivos, tecnologias e tendências para o presente e o futuro

1º Desenvolvimento de um inversor de tensão trifásico para aplicações em microrredes de energia elétrica, de Lícia Brum Gonçalves

2º Produção intensiva e antecipada de mudas de morangueiros em sistemas hidropônicos, de Vanessa Comin Cechhin

2º Desenvolvimento e produção de Rúcula (Eruca Sativa L.) sob diferentes níveis de disponibilidade hídrica do solo, de Liane Paula Bottcher

 

Já na modalidade apresentação Oral, são:

 

Divisão Temática 1 (DT 1) – Formas de comunicar, discursos, movimentos culturais e mediação educacional

1º Oficina de teatro e projeto Palcollet IFSC - Xanxerê 50, de Alícia Bossini Tuzzi

1º Entre lacunas e escritos: preenchendo vazios de representação feminina na literatura através da escola, de Emilly Fidelix

2º Língua Portuguesa como segunda língua para surdos: práticas de leitura e escrita, de Bruna Crescêncio Neves

 

Divisão Temática 2 (DT2) - Meio ambiente, tecnologias e os desafios à sustentabilidade no contemporâneo

 

1º Estabilidade lipídica de carne moída armazenada em embalagem biodegradável contendo extratos de polpa e casca da goiaba serrana (Acca Sellowiana)

2º Desenvolvimento de produto com pinhão: uma simulação de autação no setor de P&D em uma indústria de alimentos, de Luiz Donizete de Andrade Pinto

3º Tingimento de papel reciclado a partir de corante natural extraído do Jambolão, de Flavia da Silva Koch

 

Divisão Temática 3 (DT3) - Desafios educacionais no Brasil de hoje, inovação didática e fazer profissional inclusivo

1º IFSC-Química: de portas abertas para a comunidade, de Victor dos Santos Santin

2º O uso do Software superlogo como recurso didático-pedagógico para o ensino de geometria, de Gabriel Sampaio

3º Tecendo cidadania: demandas de Eja na unidade prisional avançada de Canoinhas, de Sabrina Thiem

 

Divisão Temática 4 (DT4) - Processos produtivos, tecnologias e tendências para o presente e o futuro

1º Dispositivo didático para investigação da segurança na IOT, de Andrei Leandro Morsch Franco

2º Sistema robótico para reconhecimento de padrões de imagens, de Gabriele Donato de Oliveira

3º Teor de Nitrito na linguiça Blumenau, de Julia Pita.

 

Por Graziela Braga | Jornalista do IFSC